sábado, 18 de janeiro de 2014

LÍDIA BORGES NA POÉTICA




Lídia Borges, pseudónimo de Olívia Maria Barbosa Guimarães Marques, nasceu em Braga, em Novembro de 1956. Professora do Ensino Básico, foi no contacto com as crianças que melhor entendeu a poesia e foi para elas que começou a escrever contos e pequenos poemas, desde muito cedo. Um desses contos foi premiado no Concurso Matilde Rosa Araújo, em 2007.
É pós-graduada em Teoria da Literatura/Estudos Lusófonos e desenvolveu uma tese de mestrado na área de Literatura Infanto-Juvenil, na Universidade do Minho. A poesia esteve sempre no centro das suas preferências literárias não só enquanto leitora mas também como autora. Para além desta obra dada agora à estampa pela Poética Edições, Lídia Borges é também autora do livro de poesia “No Espanto das Mãos: O Verbo” ( Lua de Marfim Editora, 2011).
É autora do blogue Searas de Versos (http://searasdeversos.blogspot.pt/). 

Maria João de Carvalho Martins, nasceu em Oeiras a 23 de Fevereiro de 1964. É licenciada em Enfermagem pela Escola Superior de Enfermagem de São João no Porto e reside desde 1998 em Esposende. Embora desde muito cedo sinta uma especial vocação pela escrita, só em 2008 resolveu entrar na blogosfera com “ Pequenos Detalhes” (http://mariaescrevinha.blogspot.pt/ )onde edita regularmente os seus trabalhos, particularmente poesia. É autora do livro de poesia “Do outro lado do espelho” (Lua de Marfim Editora, 2011)

Ana Paula Mateus nasceu a 16 de julho de 1964, na Póvoa de Varzim, cidade onde até hoje reside.
Licenciada em Ensino de Português e Francês pela Universidade do Minho e com Mestrado em Teoria da Literatura, na variante de Literaturas Lusófonas, exerce funções docentes na Escola Secundária Eça de Queirós.
Em 2007 cria o blogue De Profundis que terá sido o primeiro passo para a certeza da escrita. Em 2009 ganha o 1º Prémio, na categoria “Docentes”, no concurso literário Dar Voz à Poesia, de âmbito nacional e abrangendo também os países lusófonos, com o poema “Um Punhado de Palavras”. Em Fevereiro de 2011 vence o Concurso Literário Correntes D’Escritas / Fundação Dr. Luís Rainha com a obra Sete Estórias do Vento Salgado, publicada em julho de 2011. No mesmo ano foi cronista convidada do jornal local O Comércio da Póvoa.
Em 2013 integra como autora, a Antologia poética Audaz Fantasia, com o poema “A Oratória do Silêncio”.

Virgínia do Carmo nasceu em 1973. É licenciada em Comunicação Social e autora dos livros “Tempos Cruzados” (poesia, Pé de Página Editores, 2004), “Sou, e sinto” (poesia, Temas Originais, 2010) e “Uma luz que nos nasce por dentro” (contos, Lua de Marfim Editora, 2012).